Tuesday, September 28, 2010

Sônia Rosa

Perhaps the first thing that will grab your attention about these two lovely songs from a virtually unknown 60's bossa nova singer is her angelic voice, almost childlike in pitch. Sônia Rosa is the bearer of such a voice, and I say she's virtually unknown in Brazil or throughout the Lusophone world because a quick search on Google yields far less results than a voice like this deserves. I first came across the two tracks below while listening to a recent Chill Brazil compilation, and, intrigued, I sought to find out more. Among the only blogs with any kind of interesting information are sites such as Loronix, Dusty Groove, and Third Island.

Apparently Ms. Rosa started singing at quite a young age and was in high demand by the time she was 18, at which point she released the now rare EP A Bossa Rosa de Sônia (1968), featuring Chiquinho Moraes on guitar. It's there that you can find such beauties as the two tracks featured below, Mas Não Dá and Quem te Viu, Quem te Vê. Sônia emigrated to Japan when she was 20, and according to Loronix, never returned to Brazil. In Japan she continued to make music and release albums that were greatly admired there, according to the commenter Rafael on the Um Que Tenha blog. Ah, the internet. If you don't know something, someone ivariably will. Enjoy the sweet bossa ballads of the mysterious Sônia Rosa.

Quem te Viu, Quem te Vê
Mas Não Dá

Talvez a primeira coisa que chama logo a atenção quando ouvimos as duas músicas deste post é a voz angélica, quase que de criança, desta cantora brasileira quase que desconhecida. Chama-se Sônia Rosa a dona desta voz, e digo que é quase que desconhecida porque são poucos os resultados quando pesquiso o nome dela no Google (uma voz assim mereceria mais do que as pouquíssimas referências na internet) e são poucos os que já ouviram falar dela não só no Brasil mas também pelo resto do mundo lusófono. A primeira vez que ouvi a música da Sônia foi enquanto escutava uma dessas compilações do Chill Brazil. Fascinou-me, e quis logo saber mais sobre ela. Entre os poucos blogs e sites com informação acerca desta cantora (informação em português ou inglês, porque em japonês há bastante informação) destacam-se o Loronix, Dusty Groove, e Third Island.

Pelos vistos, a dona Rosa iniciou a sua vida de cantora muito cedo e aos 18 anos lançou o seu primeiro EP, A Bossa Rosa de Sônia (1968), um CD com participação de Chiquinho Moraes na guitarra acústica e que hoje em dia é difícil encontrar, já virou relíquia. É lá onde pode encontrar tais belas músicas como Mas Não Dá e Quem te Viu, Quem te Vê, disponíveis acima. A Sônia emigrou para o Japão nos seus 20 anos, e diz-se que não mais voltou para o Brasil. No Japão continuou a fazer música, tornando-se uma grande referência no seu país adotado, segundo o comentário de um tal de Rafael no blogue Um Que Tenha. Ai, a internet. Quando não tenhamos ideia sobre alguma coisa, alguem com certeza tem. Disfruta das doces sonoridades da misteriosas Sônia Rosa.

1 comment:

Miami Party Rentals said...

I was looking for something like this…I found it quiet interesting, hopefully you will keep posting such blogs….Keep sharing.,
Foam Party Rentals, Movie Screen Rental, Bump Ball Rentals Miami,Mega Inflatable Parks Rental, Water Slide Rentals Miami, Event Planning Miami

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...